Será levado a leilão online, pela Justiça Federal em Pernambuco, um veículo Toyota/Hilux, ano/modelo 2008/2008, pertencente a um dos acusados de participar de um esquema fraudulento contra o INSS. O carro encontra-se retido no pátio da Polícia Federal desde dezembro passado.

A operação consistiria na cooptação, por terceiros, de pessoas idosas e ingênuas. Seriam oferecidas facilidades para aposentá-los ou o para o acesso a benefícios, mediante pagamento, com o argumento de que seriam resolvidos todos os “problemas” e “toda a papelada”. Haveria também promessas de que os serviços seriam feitos com a ajuda de pessoas “de dentro” do INSS. Muitas das pessoas cooptadas não satisfariam os requisitos legais para o gozo dos benefícios e, em muitos casos, sequer compareceriam ao INSS.

O juiz federal Allan E. Veras Ferreira, da 20ª Vara Federal, levando em consideração a depreciação causada pelo decurso do tempo e desuso, sob pena de ver esvaziada a finalidade da lei, ou seja, assegurar a recomposição do patrimônio público, entendeu ser o caso de promover a venda antecipada do veículo. O resultado deverá ser depositado em juízo e os valores respectivos ficarão vinculados ao final do processo, com levantamento pelo proprietário, na hipótese de absolvição, ou reversão aos cofres públicos, em caso de condenação.

O automóvel foi avaliado em 85 mil reais e será levado a leilão online nos dias 2 de abril (1º leilão) e 12 do mesmo mês (2º leilão), sob a responsabilidade do leiloeiro Cassiano R. Dall’Ago e Silva (inscrição JUCEPE n.º 020/2005).

Maiores informações podem ser obtidas no endereço eletrônico: www.leiloesjudiciais.com.br.

Processo n.º 0000019-27.2012.4.05.8304