Chegou ao final, ontem (8/9), o processo que a empresa paranaense Cima Engenharia e Empreendimentos LTDA movia contra a Infraero. Tratava-se de um pedido de ampliação do prazo para conclusão das obras de reforma do Aeroporto Internacional Augusto Severo, de Natal, no Rio Grande do Norte. A ação tramitava na 12ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco, já que foi o foro escolhido para a celebração do contrato.

Na audiência realizada ontem pela manhã, a juíza federal Joana Carolina Lins Pereira extinguiu o processo sem resolução do mérito. O mesmo será arquivado, já que as partes haviam chegado a um acordo administrativo em que a Cima resolveu desistir da ação. Com isso, as obras devem voltam ao seu andamento normal.

Seção de Comunicação Social - JFPE