Hoje (19/6) foi o segundo dia do mutirão da Justiça Federal em Pernambuco, com processos de servidores aposentados contra a União. Pela manhã, cerca de 50 pessoas compareceram às salas de audiências, com o objetivo de fechar acordos sobre a equiparação das gratificações com servidores ativos e que tramitam nas Turmas Recursais. Novamente, as audiências foram presididas pelos juízes federais Cláudio Kitner e Joana Carolina Lins Pereira. Suas atuações têm a intenção de reduzir o número de processos na Justiça e garantir o direito das partes.
Segundo o magistrado Cláudio Kitner, o objetivo do mutirão é acelerar a conclusão das ações. Cláudio Almeida, aposentado há dez anos pelo Ministério da Fazenda, acredita que o mutirão está cumprindo seu papel: “esperei muito tempo, mas pretendo aceitar o acordo porque já sei o que vou fazer com o dinheiro”. O mutirão na JFPE continua até o amanhã (20/6), iniciando sempre às 10 horas, com intervalo das 12 às 14h30. 

Seção de Comunicação Social