Auxílio emergencial foi um dos pontos da pauta da reunião do Centro de Inteligência da JFPE

25/05/2020 às 11:25



O Centro de Inteligência da Justiça Federal em Pernambuco – JFPE promoveu, na última sexta-feira (22), por videoconferência, reunião na qual foram discutidos o cruzamento de dados de órgãos públicos com o sistema de mandados de prisão (BNMP) do Conselho Nacional de Justiça -CNJ, principalmente os coletados em hospitais, bem como decidiu-se realizar um estudo sobre ações de massa relativas ao auxílio-emergencial, benefício financeiro concedido pelo Governo Federal em razão do enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus - COVID 19. Participaram da videoconferência os juízes federais Daniela Zarzar, Frederico José Pinto de Azevedo , Marcos Saraiva, Luiz Bispo da Silva Neto, Augusto Cesar de Carvalho Leal, Fernando Ximenes e Caio Diniz Fonseca. O diretor da 20ª Vara, Luciano Queiroz, secretariou a reunião. 

De acordo com o juiz federal Luiz Bispo da Silva Neto, que coordena o Centro de Inteligência da JFPE, com relação ao primeiro ponto discutido, houve um encaminhamento, no sentido de marcar uma reunião com o Secretário de Defesa Social de Pernambuco. O juiz federal Fernando Ximenes está à frente do estudo sobre o compartilhamento dos dados do BNMP. Segundo Luiz Bispo, no tocante à pauta do auxílio emergencial, o juiz federal Caio Diniz Fonseca se comprometeu a estudar as demandas já ajuizadas, com vistas a saber como o Centro de Inteligência pode ajudar com o tema.

Prevenção


Com reuniões a cada 15 dias, o Centro de Inteligência da JFPE busca prevenir e evitar a judicialização indevida, além de aperfeiçoar o gerenciamento de precedente, estimulando a resolução dos conflitos ainda na origem.


Autor: Assessoria de Comunicação JFPE

 Imprimir