No começo do século XIX, a região onde hoje fica a cidade dos Palmares era uma aldeia dos índios Trombetas. Palmares é considerada uma das cidades mais tradicionais de Pernambuco. Seu nome recorda a rebelião dos escravos africanos que, de 1630 a 1694 (ou 1697), dirigidos pelo valente Zumbi, constituíram um reino ou confederação de quilombos, que recebeu a denominação de Palmares.
      De 1848 a 1873 a região foi denominada Povoada dos Montes porque as terras pertenciam à família Montes que construiu uma capela, hoje a Catedral de Nossa Senhora da Conceição dos Montes.
     Em 13 de maio de 1862 foi criada a Comarca dos Palmares, por força da Lei Provincial nº 520. Com Lei Provincial nº 844, de 28 de setembro de 1868 Palmares é elevada à categoria de Distrito. Por força da Lei Provincial n° 1093, de 24 de maio de 1873, é criado o município autônomo, que tomou o nome de município dos Palmares. Palmares emancipou-se do município de Água Preta, através da Lei Provincial n° 1458, de 9 de junho de 1879 adquirindo foros de cidade.
     Atualmente é conhecida como Terra dos Poetas, ou Atenas Pernambucana por ter sido berço de renomados e importantes poetas Pernambucanos. O Município possui o primeiro teatro a funcionar no interior de Pernambuco, o Teatro Cinema Apolo, que é também o terceiro mais antigo do Estado.
     No dia 09 de novembro de 2010, seguindo o projeto de interiorização da Justiça Federal, em cumprimento a Lei nº 12.011, de 4 de agosto de 2009 e através da Resolução nº 18 do TRF-5ª Região de 28 de abril de 2010 foi inaugurada no município a sede da Subseção dos Palmares, onde funciona 26ª Vara Federal por desmembramento da 22ª Vara com sede no Recife. A cerimônia de inauguração contou com a presença do presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Desembargador Luiz Alberto Gurgel de Faria e da diretora do Foro da JFPE, Juíza Federal Joana Carolina Lins Pereira. O magistrado Tiago Antunes de Aguiar assumiu a titularidade da 26ª Vara.


Fontes de Pesquisa:

PALMARES. In: Wikipédia: a enciclopédia livre. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Palmares. Acesso em: 01 dez. 2014

PALMARES: histórico. Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&codmun=261000&search=|palmares. Acesso em: 01 dez. 2014.